Blog do Waldemar

SENADO: ‘Nova’ direita ajuda a derrotar Renan Calheiros e elege Davi Alcolumbre presidente

Após tumulto e muito bate-boca em plenário sobre o modelo de votação, voto a mais na urna e a desistência do senador Renan Calheiros (MDB-AL), o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) venceu a eleição para assumir a presidência do Senado neste sábado (2). Aliado do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), Alcolumbre assumirá o comando da Casa pela primeira vez.

Do Uol

Alcolumbre venceu a disputa contra os senadores Angelo Coronel (PSD-BA), Esperidião Amin (PP-SC), Fernando Collor (Pros-AL) e Reguffe (Sem partido-DF), que também se candidataram à presidência. A votação foi com voto secreto, registrado em cédulas, após decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli.

Principal adversário de Alcolumbre na disputa, Calheiros desistiu da presidência em meio à segunda votação para a escolha do presidente da Casa. Renan reclamou do fato de se repetir “uma votação que foi anulada porque um senador colocar uma cédula dentro da outra cédula”.

Ele afirmou que “esse processo não é democrático”. “Então, para demonstrar que esse processo não é democrático, eu queria lhes dizer que o Davi não é Davi, o Davi é o Golias. Ele é o novo presidente do Senado porque eu retiro minha candidatura. E eu não vou me submeter a isso”, disse, em tom inflamado.

A desistência veio depois que a primeira votação, ocorrida horas antes, foi anulada por que foram contados 82 votos na urna utilizada pelos senadores — o Senado possui 81 senadores no total.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *