Blog do Waldemar

SEM QUALIDADE: Flávio Dino lembra que ensino à distância de Bolsonaro foi um fracasso nos governos Sarney

 

“O Brasil não tá precisando eliminar professor e merendeira. O Brasil tá precisando de mais professor e de mais merendeira”, disse o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), em resposta à proposta do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que se for eleito promete investir em educação à distância para “acabar com quadro de professores e merendeiras”.

A fala do governador foi dita nesta quarta-feira (24), durante live nas redes sociais sobre o segundo turno das eleições presidenciais.

“No Maranhão nós já conhecemos isto. Houve um governo passado, que já é passado, que introduziu isto, essa história de ensino à distância e não deu certo”, afirmou o governador em clara referência ao desastroso tele-ensino implantando nos dois primeiros governos Roseana Sarney (MDB).

“Vai botar os meninos na televisão e vai achar que vai aprender alguma coisa?”, criticou Dino.

*Pagamento nas universidades públicas*

O governador questionou ainda a viabilidade do controverso projeto de Jair Bolsonaro para incluir pagamento nas universidades públicas. “Todas as pessoas podem pagar?”, indagou. Para Flávio Dino, o projeto vai significar “portas fechadas para milhares de jovens que precisam ter portas abertas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *