Blog do Waldemar

RIBAMAR FIQUENE: Deputado Deoclides Macedo participa da abertura do Dia Nacional da Juventude

“Juventude em defesa da vida dos povos e da mãe terra”. Este foi o tema do Dia Nacional da Juventude (DNJ), promovido pela Diocese de Carolina e comemorado na igreja São Sebastião, em Ribamar Fiquene (Sumaúma).

Na manhã de sábado (18), o deputado federal Deoclides Macedo (PDT) esteve presente na abertura, onde deixou sua saudação  aos jovens de Carolina, São Pedro dos Crentes, Paraíso, Porto Franco, Estreito, Lajeado Novo, Campestre e Ribamar Fiquene (anfitriões,  que se fizeram presentes.

“Durante meu pronunciamento, reiterei a importância do DNJ, cujo tema este ano é  uma extensão da Campanha da Fraternidade (CF) – “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”, afirmou.

 

Diz também que reforçou seu posicionamento na Câmara Federal, contrário ao projeto de transposição do Rio Tocantins para o São Francisco e da necessidade de unirmos forças para salvar o nosso rio, vital para todos.

A professora Hélia Maria Silva, durante a leitura da carta de boas-vindas, ressaltou a participação dos jovens como manifestação de amor a Deus e ao próximo, destacando a necessidade da defesa da vida, dos povos e da mãe terra, valorizando os índios, ribeirinhos, os menos desfavorecidos. O Prefeito Edilomar Miranda, Pe.Nildo Francisco, Pe.João Neto e o coordenador diocesano da juventude Thiago Alves, também deixaram uma mensagem aos presentes.

“À tarde, acompanhado do secretário de Saúde João Losa e de centenas de jovens, saí em caminhada pelas principais ruas de Sumaúma, em um momento alegre de louvor e reflexão. Foi contagiante participar do DNJ e ver a juventude unida e em total comunhão.

Em um momento tão crítico que estamos vivendo, isto nos faz ter esperança que dias melhores estão por vir.

Parabéns jovens por conscientizarem a população e discutirem temas relevantes sobre os cuidados que devemos ter com o planeta em que vivemos.

Vamos juntos lutar pela defesa da vida, dos nossos rios, “Cultivar e guardar a Criação” como pede a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil  (CNBB), na CF 2017″, finalizou.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *