Blog do Waldemar

RACHADINHA: Bolsonaro desconfia de Moro em investigações sobre o filho Flávio

As investigações do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) sobre as movimentações suspeitas de recursos do senador Flávio Bolsonaro (sem partido) começam a afetar as relações do governo Bolsonaro.

 

Por Eduardo Lucizano, do UOL

 

Conforme apuração do colunista do UOL Tales Faria, o presidente tem atribuído a “uma armação” do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Porém, Bolsonaro também está irritado com o ministro da Justiça, Sergio Moro.
O presidente disse a assessores mais próximos que Moro “anda muito esquisito”. Na visão de Bolsonaro, ou o ministro perdeu o controle da PF (Polícia Federal) ou está “fazendo corpo mole”. Ele esperava uma “atitude mais firme” sobre os subordinados.
Essas desconfianças sobre Moro e Witzel têm em comum as eleições presidenciais de 2022. O ex-juiz se consolidou como ministro mais bem avaliado do governo e tem apoio popular superior ao de Bolsonaro, como mostrou o Datafolha. Witzel, por outro lado, já declarou interesse na disputa.

 

Rachadinha
O MP diz que Flávio Bolsonaro lavou até R$ 2,3 milhões com imóveis e loja de chocolates. O uso de grande quantidade de dinheiro vivo é exemplo de semelhança dos casos. A origem dos recursos é o esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio à época em que estava na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *