Blog do Waldemar

MARANHÃO: Helicóptero do CTA agiliza apoio a cidades atingidas pelas chuvas e equipes levam resgate, água e alimentos

Equipes do Centro Tático Aéreo (CTA) também estão trabalhando nas ações de assistência prestadas pelo Governo do Estado aos municípios atingidos pelas chuvas para garantir ajuda mais rápida à população. Como o alagamento dificulta o acesso por via terrestre, o grupamento tem sido fundamental para levar atendimento de emergência como o realizado nesta quarta-feira (11) na cidade de Tuntum.

A base do CTA instalada no município de Presidente Dutra, região central do Maranhão, primeiro a ter uma unidade descentralizada do grupamento, fez o translado das equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil da cidade de Trizidela do Vale para Tuntum.

De acordo com o coronel Ismael de Souza Fonseca, diretor do CTA do Maranhão, “a descentralização das unidades nos ajudou na ação de hoje, pois o CTA de Presidente Dutra, que conta com uma equipe de 11 pessoas, levou equipes para identificar ações emergenciais em Tuntum de forma mais rápida”.

O coronel Ismael de Souza Fonseca afirma ainda que todo as bases do CTA foram disponibilizadas para atender municípios alagados ou em estado de alerta. “O CTA está preparado para atuar tanto no resgate quanto no transporte de equipes de salvamento e de suprimentos”, declarou.

O comandante do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CMMA), coronel Célio Roberto Araújo, avaliou o apoio do CTA como essencial para as ações nas cidades atingidas pelas chuvas. “O grupamento tem agilizado a chegada às regiões, com segurança e possibilitando que as equipes de salvamento cheguem a tempo e cumpram seu trabalho, apoiando os municípios e suas populações neste momento difícil”, ressaltou o comandante.

CTA

O Centro Tático Aéreo (CTA) é um grupamento que integra a estrutura da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e utiliza aeronaves em operações policiais e de salvamento no Maranhão. As equipes são formadas por efetivo das polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, e atuam de forma integrada e com apoio da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

A descentralização e expansão do CTA foi ação prioritária do Governo do Estado para potencializar atendimentos de saúde, segurança pública e emergência nas cidades do interior. O CTA, que até 2015 contava apenas com uma sede, hoje tem três bases localizadas em São Luís, Presidente Dutra e Imperatriz.

O efetivo composto de quatro helicópteros, dois aviões e uma equipe de 86 pessoas tem capacidade para atender ocorrências de alta complexidade em locais de difícil acesso, inclusive, salvamentos em mar.

 

Equipes resgatam atingidos pela chuva em Caxias. Foto: Divulgação

Centenas de pessoas atingidas pelos estragos das chuvas nos últimos dias recebem apoio do Governo do Estado com as ações de equipes do Corpo de Bombeiros, Centro Tático Aéreo e das secretarias de referência. Segundo a Defesa Civil do Estado, pelo menos 15 cidades foram alvo de enchentes e enxurradas.

As equipes de salvamento prestam reforço realocando as populações desabrigadas, monitorando a situação de risco e fazendo, junto às prefeituras, levantamento das necessidades prioritárias. Nesta quarta-feira (11), o Governo do Maranhão enviou remessas de mantimentos a cidades afetadas.

Em Tuntum, uma das mais recentes na lista de atingidas, equipe do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil articula com a Prefeitura local as medidas tomadas na região. Além das famílias desabrigadas, as chuvas comprometeram as vias de acesso, dificultando a chegada do salvamento ao local.

Um helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA) foi disponibilizado permitindo que a ajuda chegasse à cidade. Com as equipes em solo, todos os desabrigados foram retirados das áreas alagadas e transferidos a locais seguros.
Outra cidade em que as equipes atuaram foi Caxias, onde houve transbordamento do riacho afluente do Rio Itapecuru no povoado Riachão. Foram socorridas seis famílias com retirada emergencial do Corpo de Bombeiros.

Apoio

A ajuda humanitária inclui distribuição de mantimentos, cestas básicas de alimentos, medicação e itens como roupas, colchonetes, filtros e água.  A remessa enviada nesta quarta-feira atende solicitação das prefeituras de Bacabal, Trizidela do Vale e Pedreiras, totalizando aproximadamente 60 itens.
Na última semana, os mantimentos beneficiaram as famílias desabrigadas em Marajá do Sena.

A Secretaria de Desenvolvimento Social já enviou 650 cestas básicas, 250 colchões, 200 galões de 20 litros de água e 200 filtros de barro para quatro municípios atingidos pelas chuvas. A assistência continua até a normalização da situação.

Cidades atingidas

Em Bacabal, o suporte enviado pelo Governo se soma ao efetivo do Quartel do Corpo de Bombeiros local, que prestou os primeiros atendimentos pós-enchentes. Na lista de municípios prejudicados e já atendidos pela força-tarefa do Governo estão ainda Presidente Vargas, Imperatriz e Brejo.
Equipes dos Bombeiros e Defesa Civil mantêm contato com as prefeituras de Cantanhede, Timbiras, São João do Soter, Nina Rodrigues, São Luiz Gonzaga, Rosário, Esperantinópolis, Lago dos Rodrigues e Balsas para definir as medidas.

“Nos locais onde fomos acionados, prontamente enviamos as equipes. Nos demais, estamos discutindo as ações a realizar, dentro do que as prefeituras nos solicitam. Nossos grupamentos estão a postos, preparados e reforçados para garantir agilidade às ações de respostas nas regiões afetadas”, destacou o comandante adjunto do Corpo de Bombeiros e coordenador da Defesa Civil do Estado, capitão Izaac Matos.

O coordenador da Defesa Civil ressalta que os municípios do Centro Maranhense são os mais atingidos e demandados, boa parte pela sua condição de proximidade de rios ou córregos que tiveram o nível elevado. Em alguns casos, onde esse nível possa aumentar, as prefeituras de pronto acionam Bombeiros e Defesa, que ficam a postos.

Em Trizidela, um posto de comando foi instalado no Quartel do Corpo de Bombeiros, local para agilizar o atendimento às demandas. “Técnicos da Defesa também estão nesse posto para melhorar a resposta e melhor direcionar as informações”, reforça Izaac Matos.

Força-tarefa

O Governo do Estado vem trabalhando em parceria com as prefeituras e apoio do Governo Federal em cidades que já declararam calamidade pública ou estão com o processo em andamento. A situação de emergência é decretada diante dos prejuízos contabilizados pelos municípios.

Paralelamente, ações assistenciais são organizadas pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA) em conjunto com as prefeituras. A equipe da CEPDECMA auxilia na condução das ações e gerenciamento do desastre. Os municípios que já decretaram situação de emergência foram Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela do Vale e Lago dos Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *