O Ministério Público Eleitoral se posicionou contra a tentativa de censura do grupo Sarney, para tentar esconder um cenário negativo para a candidatura de Roseana Sarney. Tentando um quinto mandato, ela não consegue decolar nas intenções de voto nas pesquisas registradas na Justiça Eleitoral.

Nesta semana, o procurador Pedro Henrique se manifestou sobre a tentativa do partido de Ricardo Murad (cunhado e ex-secretário de Roseana) para contestar a pesquisa do instituto DataIlha e aponta a vitória de Flavio Dino em primeiro turno. No parecer, ele afirma que os argumentos apontados pelo grupo já haviam sido esclarecidos pela empresa responsável pelo levantamento, mostrando transparência na pesquisa e divulgação de resultados.

Mesmo com todo o esforço do sistema Mirante em manchar a imagem do atual governador e alavancar Roseana, ela continua estacionada em todas as pesquisas divulgadas e registradas no sistema eleitoral.

Por outro lado, esta semana o sistema Mirante também foi condenado por divulgação de dados de pesquisa inexistente. Mais uma tentativa de inflar a candidatura de Roseana, que nao recebe novas adesões e nem tem presença de público na caravana pelo interior, que começou há poucos dias.

DO MARRAPÁ