Blog do Waldemar

BRASIL: Flávio Dino propõe a Bolsonaro, governadores e entidades debate sobre Pacto Nacional pelo Emprego

Nesta segunda-feira (27) o governador Flávio Dino encaminhou ofício ao presidente da República propondo debate entre governadores, entidades empresariais e de trabalhadores, visando a um Pacto Nacional pelo Emprego. O governador anunciou que a medida deve ser tomada em caráter de urgência, já que nesta segunda (27), o secretário de Política Econômica do Governo Federal anunciou que o desemprego vai aumentar.

No ofício, o governador afirma que a pandemia causada pelo novo coronavírus impôs aos governantes desafios de ordem humanitária, sanitária e econômica sem precedentes.

“No Brasil, o último boletim Focus divulgado pelo Banco Central aponta uma estimativa de retração do PIB de 5,95% em 2020, a maior queda de nossa história. O desemprego no país subiu para 12,9%, indicando o fechamento de milhões de postos de trabalho com relação ao trimestre anterior, segundo dados divulgados pelo IBGE no último dia 30 de junho”, pontuou o governador no documento encaminhado ao presidente.

No texto, o governador elucida o dado divulgado pelo IBGE que aponta que mais de 700 mil empresas fecharam as portas até a primeira quinzena de junho.

“Conforme entrevista publicada hoje, o Sr. Secretário de Política Econômica do Ministério da Economia antecipa que haverá crescimento da taxa de desemprego no 2º semestre. Precisamos planejar com urgência medidas para evitar o cenário projetado pela citada autoridade federal”, disse o governador ao sugerir uma reunião liderada pelo presidente com os governadores e os presidentes das confederações empresariais e centrais sindicais para a construção de um “Pacto Nacional Pelo Emprego”, com medidas emergenciais de geração de emprego e renda.

Ao final do documento, Flávio Dino afirma a importância da apresentação de propostas para proteção dos pequenos e microempresários, assim como um plano de obras públicas, indispensável para recolocar o país no rumo do crescimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *