Blog do Waldemar

Brandão vai a Brasília cobrar fatura do PSDB

O vice-governador do Maranhão e presidente do PSDB, Carlos Brandão, viaja na próxima semana até Brasília para se reunir com o presidente nacional do partido, senador Tasso Jereissati (CE). O objetivo do encontro é cobrar explicações da sigla depois da filiação do senador Roberto Rocha. Brandão pretende expor o descontentamento da maioria dos membros com uma possível candidatura de Roberto ao Governo do Maranhão.

Em entrevista ao jornal MA Acontece da TV Guará, nesta segunda-feira (18), o tucano explicou a situação. “Na outra semana vou ter uma conversa com ele na forma que tive na reunião com os presidentes de partido, deixar tudo esclarecido, da nossa realidade. Falar sobre a inquietação dos membros do partido com a chegada do senador Roberto Rocha, porque a maioria entende que a chegada dele é para realizar um projeto dele e não do partido”.

Segundo o vice-governador, existe uma inquietação entre as principais lideranças tucanas que poderá resultar numa debandada geral, caso o diretório nacional atenda o desejo do senador. É justamente esse sentimento que Brandão colocará na mesa para o presidente Jereissati.

“Se a decisão for de só uma pessoa é só fazer a conta. O que é melhor, você ter aí um grupo de pessoas, uma base, ou ter um general sem exército? Quem ganha à guerra é um general com exército e não um general sem exército”.

O tucano ainda classificou como deselegante a maneira como Roberto decidiu entrar no PSDB, sem consultar ou ao menos conversar com as lideranças locais.

Assista:

https://youtu.be/AXPULO7hOfo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *