Blog do Waldemar Ter

Vereador denuncia indício de fraude em processo seletivo da Prefeitura de Imperatriz

O vereador Rildo Amaral (Solidariedade) utilizou a tribuna da Câmara, nesta quarta-feira (20), para denunciar um suposto esquema de favorecimento político em seletivo para preenchimento de vagas e formação de cadastro reserva para o cargo de Agente Comunitário de Saúde, promovido pela Prefeitura de Imperatriz. Segundo o parlamentar, antes mesmo de encerrar as inscrições, ao menos 12 pessoas ligadas a outros vereadores e secretários municipais já teriam sido escolhidas.

De acordo com Amaral, a informação tem circulado pela cidade e ele mesmo revelou que já recebeu ligações de parentes e amigos pedindo ajuda. “Senhor presidente, eu estou muito preocupado. Abriram as inscrições para o seletivo da saúde e o pedido de apadrinhamento já são muitos. São várias pessoas me ligando, mandando mensagem dizendo – Rildo me arruma lá porque o vereador tal, o secretário tal a namorada do irmão do vizinho não sei de quem já pegou o nome de tal pessoa – e nem acabou as inscrições ainda”.

As inscrições para o seletivo foram abertas no último dia 18 e se encerram nesta sexta-feira (22). No total, são 394 vagas oferecidas com remuneração de R$ 1.077,78. O processo acontece em seis fases: inscrição, prova objetiva, entrevista, confirmação de endereços, curso introdutório e perícia médica. Contudo, para algumas pessoas essas etapas parecem ser apenas protocolar, conforme destacou o vereador.

O caso pode ser configurado em ato de improbidade administrativa, ainda mais que Assis Ramos é reincidente. No mês de abril, o Ministério Público recomendou o cancelamento de outro seletivo na Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), para não responder ação na Justiça, Assis acabou aceitando a sugestão da promotoria.

Agora, surge mais uma nova denúncia de favorecimento político na gestão do “prefeito honesto”.

Deixe uma resposta