Blog do Waldemar Ter

Navalhados por Sarney, Brandão e Zé Reinaldo brigam por refinaria na China

O vice-governador Carlos Brandão e o deputado federal Zé Reinaldo (PSB) reuniram-se na China, na quinta-feira (31) com empresários e investidores para tratar sobre a instalação de uma refinaria-petroquímica no Maranhão.

A dupla foi o centro de uma polêmica na semana passada, quando Brandão foi impedido de viajar na comitiva do presidente Michel Temer (PMDB) para o país asiático a pedido de Sarney (PMDB).

A presença do vice-governador na comitiva presidencial estava acertada. Porém, de última hora, o Planalto vetou o tucano. O objetivo de Sarney é prejudicar o Maranhão governado por Flávio Dino. O desespero é porque Roseana não conseguiu concretizar a famigerada refinaria de Bacabeira.

Brandão e a comitiva maranhense conversaram com membros da ‘New Development Bank’, da China Huanqiu Contracting & Engineering Co., Ltd. (HQC) e do grupo Sinopec para tratar da refinaria-petroquímica que está, agora, em fase final de escolha de um parceiro tecnológico e operacional.

A China, no momento, está à frente das propostas de investimentos com as melhores soluções. Em especial, por conta dos amplos debates que realiza com gestores do Maranhão, além da afinidade política que existe entre os governos, agora assumindo contornos mais definitivos.

2 comentários sobre “Navalhados por Sarney, Brandão e Zé Reinaldo brigam por refinaria na China

  1. Xam

    E muito engraçado presidente temer junto com ze reinaldo a tempo lutando pela refinaria e siderúrgica junto ao dois país China e iran .e agora seu Carlos Brandao quer vim da uma de esperto junto com este ditador do flavio dino que só chama o presidente temer de golpista .valeu planalto em ter vetado se Brandao quiseres ir vai de jumento .

  2. Carlos

    E ele é o que mais além de golpista e corrupto aliados de temer se merecem.Se Flávio Dino é ditador , Sarney é o que? O super ditador?? Chorem mais porque vocês vão pegar outra taca Flávio Dino é um ótimo governador é Flávio Dino dinovo não ao retrocesso e sim ao progresso com. Flávio Dino

Deixe uma resposta