Blog do Waldemar Ter

Herói da direita, Dória defende impostos

Badalado nas redes sociais, mas pouco efetivo na prática, o prefeito de São Paulo, João Dória, começa a mostrar sua verdadeira face de “herói da direita”. O gestor enviou à Câmara Municipal uma série de serviços na lista de atividades que devem recolher o Imposto Sobre Serviço (ISS).

O mais polêmico deles é a “disponibilização, sem cessão definitiva, de conteúdos de áudio e vídeo” – o chamado streaming, usado por empresas como Netflix e Spotify.

O projeto de lei do prefeito também institui a cobrança para outros serviços, como aplicação de piercing, reflorestamento, e monitoramento eletrônico, entre outros serviços.

Herói da direita nacional por suas selfies nas redes sociais, Dória segue com uma gestão turbulenta e cheia de contradições em São Paulo. A máscara do prefeito que passa mais tempo viajando do que gerenciando a sua cidade começa a cair. E sua única ação, até agora, pode ser o aumento de impostos.

4 comentários sobre “Herói da direita, Dória defende impostos

  1. Fora Corruptos

    Todos os brasileiros pagam impostos e por que essas empresas q ganham tubos de dinheiro não podem pagar??? Doria viaja c/ o dinheiro dele, doa o q recebe como prefeito. Enquanto isso, o condenado Luladrão, o herói da esquerda, roubou o País!! Tá bem de herói, Marrapá!!!

  2. Henrique

    Meu Deus!! Doria da direita?? Coitados dos que acreditam. Não existe direita no Brasil, apenas partidos de esquerda se valendo da estratégia das tesouras de Lenin.

  3. Bruno

    Perguntar não ofende, Marrapá: Por que essa matéria de um prefeito de São Paulo tem a ver com o site sobre o Maranhão? Nada! Questionar não ofende, Marrapá: João Doria é por acaso É DE DIREITA? Como explica o fato dele falar que o partido dele (PSDB) NUNCA FOI DE DIREITA?
    É incrível que petistas, desinformados e desinformantes (como nesse site) continuam a acreditar nessa barela, já que em 2015, o PSDB FOI CONTRA a saída de Dilma Rousseff (como fez no Lula em 2005), inclusive queriam que ela ficasse até o fim (até 2019). Só mudaram de opinião, com a queda da popularidade dela e de ter quebrado de propósito o Brasil de tanto roubar com a máfia do PMDB.
    Ora, Marrapá, não existe direita no Brasil, tanto que integrantes da “dita direita”, como José Serra, Aécio Neves, Michel Temer, entre outros, se manifestaram com pesar do cadáver de Fidel Castro, responsável pelas 100 mil mortes e 2 milhões de refugiados cubanos no mundo. Além disso, só existe apenas partidos de esquerda e pseudo-direita se valem da “estratégia das tesouras” de Lenin (só pesquisar o que é) e o interesse na manutenção do PTxPSDB desde as eleições de 1994, que graças a Lava Jato acabou com as chances do PT e PSDB repetir as mentiras em 2018.
    Enquanto Doria viaja com o dinheiro dele, doa o que recebe como prefeito, o condenado Luladrão, o herói da esquerda que roubou o País com ajuda do Sarney (que vocês tanto atacam) circula com caravana dos burros (que não só chega a poucas centenas) e seus familiares milionários (como o filho Lulinha e o sobrinho Taiguara), sem ser incomodado.

Deixe uma resposta